Esse trabalho foi desenvolvido com o objetivo de verificar a bioatividade de extratos aquosos e orgânicos…

Bioprotetor Natural

Esse trabalho foi desenvolvido com o objetivo de verificar a bioatividade de extratos aquosos eorgânicos de folhas de Trichilia pallida e do extrato aquoso de sementes de Azadirachta indica (nim) sobre Tuta absoluta e seu parasitóide Trichogramma pretiosum.

Procurou-se determinar os efeitos sistêmico, translaminar e de contato dos extratos sobre a praga, além do efeito sobre a biologia e comportamento do parasitóide.

Primeiramente, foram realizados experimentos visando à determinação das concentrações dos extratos mais adequadas para utilização nos testes de bioatividade.

Nesta etapa preliminar, foram utilizados apenas extratos aquosos de sementes de nim em concentrações variáveis de 0,5 a 10%. Esses extratos foram aplicados no solo, na superfície adaxial de folíolos de tomateiro e diretamente sobre o inseto para a determinação dos efeitos sistêmico, translaminar e de contato, respectivamente, sendo selecionadas as concentrações de 0,5; 1 e 5% para os respectivos testes.

Após a escolha das concentrações, foi selecionado, dentre quatro extratos orgânicos de folhas de T. pallida (hexânico, metanólico, etanólico e clorofórmico) o extrato clorofórmico como o mais eficiente sobre a praga. Determinadas as concentrações e o extrato orgânico de T. pallida mais eficiente, este, juntamente com o extrato aquoso dessa espécie e o de sementes de nim foram submetidos aos testes de bioatividade para verificar os efeitos sobre a traça-do-tomateiro.

Finalmente os extratos que apresentaram melhores resultados sobre a praga foram avaliados em relação ao parasitóide de ovos T. pretiosum.

De acordo com os resultados obtidos, foi possível concluir que os extratos aquosos de sementes de nim apresentam efeitos translaminar, sistêmico e por contato sobre T. absoluta, provocando alta mortalidade mesmo em concentrações menores do que 5%.

Para ver o original deste artigo clique aqui.