A Agricultura Biológica baseia-se em principios biológicos e naturaisque impulsionam a produção e produz safras imunes ao ataque de doenças e pragas.

Agricultura Biológica – Maior Valor Nutricional

A Agricultura Biológica ou (AB) é uma nova maneira de se produzir alimentos de forma limpa (sem contaminantes químicos) visando à produção de alimentos de maior valor nutricional.

Como o próprio nome sugere a AB baseia-se em princípios biológicos e naturais onde à biologia, principalmente a biologia do solo, irá determinar os rumos a serem seguidos e as intervenções a serem feitas.

Produzir biologicamente não significa produzir menos e nem produzir alimentos de pior aspecto, como é o caso de alguns alimentos orgânicos, mas sim produzir alimentos de forma sustentável, economicamente rentável e com maior qualidade em todos os aspectos, quer seja nutricional quer seja visual

A biologia dos solos ditam as regras

Pesquisas recentes demonstram que alimentos produzidos em solo cuja biologia seja diversificada tanto em número quanto em diversidade de espécie de bactéria, fungos, protozoários, artrópodes, nematoides benéficos além de minhocas, possuem um valor nutricional superior aos alimentos produzidos em solos com pouca diversidade biológica.

É toda essa Cadeia Alimentícia do Solo que impulsiona a produção e produz safras imunes ao ataque de doenças e pragas.

A Agricultura Biológica significa um avanço sobre os dois modelos atuais de produção agrícola, ou seja, o modelo convencional autodestrutivo, muitas vezes economicamente inviável e altamente poluente e impactante sobre o meio-ambiente e o modelo orgânico quimiofóbico, de baixa produtividade e qualidade visuais e que muitas vezes confunde práticas agrícolas sustentáveis com convicções ambientais e politicas.

A Agricultura Biológica visa não somente produzir alimentos isentos de contaminantes químicos (os chamados agrotóxicos), mas também e, sobretudo, alimentos de elevada densidade nutricional que visa promover saúde de homens e de animais.